domingo, dezembro 04, 2005

Os Filmes da minha Vida

Hoje apeteceu-me fazer uma daquelas coisas de puto que é fazer listinhas de coisas que gostamos. Queria fazer a lista dos meus 10 filmes favoritos, mas não consegui escolher menos que 15...
E assim, em directo do Salão Neuronal, na Avenidade Nervosa entre o hipotálamo e o cortex frontal do cérebro do Pedro, apresentamos em directo, a gala dos "Filmes da minha Vida".


1. O Império do Sol, simplesmente genial, o horror tragico da 2ª guerra mundial visto pelo olhar de uma criança. A cena em que o miúdo canta o hino do Japão é dos melhores momentos da história do cinema.

2. Forest Gump, uma história bonita que no fundo é uma satira bem negra ao ideal do sonho americano. Run Forest, run.

3. Contacto, A maravilha da maior descoberta da história da ciência, inspirada num livro desse grande divulgador de ciência que foi o Carl Sagan. Com uma muito grande Jodie Foster.

4. Os Condenados de Shawshank, A mais brilhante história de prisioneiros alguma vez contada.

5. O Pianista, Um filme com muito poucas palavras, muito poucos diálogos, mas com uma das melhores interpretações da história do cinema do Adrien Brody. Um dos pouquissimos filmes que me fez chorar!

6. American History X, Negro mais negro não há. Uma viagem aos horrores da america moderna.

7. Platoon, O melhor filme de guerra alguma vez feito?

8. Apocalipse Now, Um pesadelo psicadélico em que a guerra é apenas o pano de fundo. E que banda sonora monumental.

9. Senhor dos Anéis, Para mim, os 3 filmes são um só, uma magistral adaptação da mais fabulosa aventura fantástica alguma vez escrita.

10. Alien, um dos melhores filmes de ficção científica de sempre. E haverá algum monstro mais perturbadoramente monstruoso?

11. Monty Python and the Holy Grail, o mais delicioso non-sence dos grandes Monty Python.

12. Cidade de Deus, A mais dura das realidades, no país de toda a alegria. Ainda por cima falado em Português (açucarado).

13. Mente Brilhante, o amor e a razão face à mais triste das doenças. E ainda por cima aconteceu na realidade.

14. Adeus Lenine!, inteligente, brilhante e uma magnifica visão de um dos momentos mais marcantes da História recente da Europa.

15. Philadelphia, um Tom Hanks absolutamente brilhante, num filme duro sobre uma realidade inquietante.

8 comentários:

Paulo disse...

desta vez vou dar a minha opinião por ordem. pelo menos uma vez na vida faço comentários com cabeça, tronco e membros...

império do sol: infelizmente, acho que só vi este filme uma vez e numa idade que não me permitiu apreciar o filme na sua totalidade. é quase de certeza um dos melhores do spielberg.

forest gump: este filme é espectacular. principalmente por conseguir introduzir elementos da história (negra) do século xx nos estados unidos duma forma leve (mas mesmo assim cáustica).

contacto: devo confessar que este já não me agrada tanto. é um filme interessante até chegar a parte em que ela entra em contacto propriamente dito com os extraterrestres e passa a ser uma lamechice (das más). nunca li o livro, mas de certeza que é melhor.

condenados de shawshank: um filme excelente para um livro que curiosamente nem sequer é um livro (é apenas uma história num compêndio de várias do stephen king, com apenas e só 100 e poucas páginas. para quem acha que o king só escreve livros de terror, este é um dos exemplos do contrário)

pianista: nunca vi (só os 2 minutos em que um edifício rebenta enquanto ele toca. um bocado impressionante). mas já me disseram que é muito bom (mental note...)

american history x: filme excelente (edward norton no seu melhor) e extremamente brutal. a cena em que ele mata um dos assaltantes no lancil do passeio é das mais impressionantes que já vi.

platoon: muito bom filme. também já o vi há imenso tempo.

apocalipse now: não me lembro bem, mas acho que nunca o vi... sei que tem uma das minhas músicas preferidas na parte em que eles lançam napalm e pouco mais.

senhor dos aneis: a melhor coisa que se pode dizer acerca destes é que conseguem fazer justiça aos livros (o que se afigurava difícil). mas o que eu queria mesmo ver era alguém tentar fazer o filme do silmarillion. esse sim seria (mais) um dos filmes da minha vida

alien: sempre detestei ver estes filmes na tv porque ficava cagadinho de medo. o primeiro e o segundo são bons. deviam era ter ficado por aí...

monty phyton: a cena do coelho assassino e o velho a fazer perguntas na ponte é hilariante. é pena nunca terem passado 50 vezes este filme como fazem com os filmes do exterminador implacável.

cidade de deus: nunca vi. vi na sexta o constant gardener do meirelles e achei muito bom. presumo que este seja ainda melhor porque relata uma realidade mais próxima dele.

mente brilhante: é um bom filme que mostra que os cientistas têm todos um parafuso a menos. o nash era esquizofrénico. a maioria dos cientistas têm traços de autismo. e falo contra mim...

adeus lenine: também nunca vi. com grande pena minha...

philadelphia: muito bom filme que consegue tratar de forma decente um dos piores problemas das últimas décadas.

se não fosse tão mau para me lembrar dos filmes que vejo e dos quais gostei até fazia uma lista minha. mas é sempre mais fácil comentar as dos outros...

Ana disse...

Olá! Gosto de alguns da tua lista, como forest gump e o império do Sol, outros só conheço de ouvir falar. Na minha lista teria q aparecer tb Pulp fiction, O piano, África minha, O paciente inglês e em primeiríssimo lugar definitivamente Kill bill 2.

Lótus Azul disse...

O Filme da minha vida é o Fabuloso Destino de Amélie. Muita gente gostou. Mas eu gostei ainda mais...

O Dear Frankie também me caiu muito bem, e é daqueles que não me canso de rever...

Pedro disse...

Respostas a cada um:

Paulo - o comment mais organizado que alguma vez alguém fez no meu blog!!! Tens de ver esses filmes da lista que nunca viste, são imperdiveis!

Ana - Também concordo com as tuas escolhas, todas excepto o Paciente Inglês, demasiada lamechiche para o meu gosto, mas o Kill Bill 2 compensa!!! Obviamente tens bom gosto para filmes ;)

Lótus - A Amelie andou muito perto de entrar nesta lista, se eu continuasse era capaz de entrar nos 20 primeiros, o Dear Frankie não conheço...

Lótus Azul disse...

O Dear Frankie é um filme de Shone Auerbach que saiu este ano. Podes saber mais informação em www.dearfrankie.com

Só mais uma coisa: O Adeus Lenine! também consta da minha lista de preferências como muito bom!

Gemini disse...

A maioria dos filmes que vi da tua lista não gostei lá muito(excepto Alien, dos quais o último é o meu favorito - desculpa aí ó Paulo!).

Mas gostos não só não se discutem como mudam!
O meu absolutamente favorito é "A Esfera". ("O Cubo" também não é mau, mas tem umas arestas por limar... - lol, esta foi seca!) Adoro como conseguem fazer da Esfera uma personagem, quando ela apenas devolve o que lhe dão... enfim...
Gosto de "Dark City", "The Ring" e outro que acho que se chama "O amor da minha Vida"

AguaFria disse...

Temos muitos filmes em comum, sim senhor.

Pedro disse...

Esqueci-me aqui de um dos filmes mais marcantes da minha infância:"Em Busca do Vale Encantado". Ainda me lembro como a cena em que a mãe do pequeno dinossauro Little Foot morre me deixou triste durante dias...