quarta-feira, junho 01, 2005

A publicidade e o trânsito

Queria hoje falar de uma causa esquecida dos acidentes de trânsito nas cidades: os "outdoors" pulicitários de marcas de roupa intima feminina. Não que eu ache mal que ponham esses "outdoors", muito pelo contrário, até sou fã, mas que aquilo deve certamente causar muitos acidentes, não tenho duvidas! Ainda hoje, vinha eu calmamente no caminho para o trabalho quando me deparo com uma publicidade a uma marca que nunca tinha ouvido falar: Calzedonia (PUB) com uma rapariga a demonstrar todas as potencialidades de um biquini. Claro que mesmo que quisesse, não teria conseguido desviar os olhos para a estrada. Claro que à custa disso também tive de fazer uma travagem um pouco mais violenta do que o habitual.
Há uns tempos atrás era a campanha publicitária da Intimissi (PUB) que tinha provavelmente a modelo mais gira que alguma vez vi por ai colada nas paredes, outro perigo para o trânsito, ou a campanha de lançamento da FHM, e quem não se lembra do cartaz gigantesco da Triumph (PUB) com uma igualmente gigantesca Isabel Figueiras em trages mínimos, no início da 2ª circular... Muito carro deve ter ido visitar a oficina à custa desse cartaz.
Pois chego então a uma dúvida existencial. Seria que essa publicidade justifica o risco que acarreta para a condução? Acho que todos os homens concordaram comigo quando digo: sim, sem dúvida!
Foi exactamente com esse fim que a evolução moldou os homens para terem tempos de reacção ligeiramente melhores do que as mulheres (bem, para isso e para caçar mamutes, mas os mamutes já lá vão...). Assim conseguimos quase sempre travar a tempo!

Já agora, notem que essa publicidade até funciona. Eu até fixei os nomes das marcas que tinham essas publicidades!

2 comentários:

Filipe disse...

Hummmmm Isabel figueiras e Triumph... Hummmm

grao_de_po disse...

tenho a dizer que acho que foi por causa dos acidentes que o cartaz da 2ª circular está um pouco mais recatado na sensualidade...

tenho também a dizer que o objectivo dessa publicidade (já que trata de roupa interior/banho feminina) deve ser o de alertar os namorados e esposos dedicados para que cheguem a casa com um embrulho brutal de lingerie ousadíssima e tornem a sua namorada ou esposa na fantasia que lhe baila no miolo desde o cartaz...