quinta-feira, setembro 01, 2005

Quintas-feiras Culturais VI

Cá está, o regresso das quintas-feiras culturais.
Este poema é um dos meus favoritos dos tempos da escola secundária, um dos poucos que me obrigaram a ler nessa altura e eu de facto gostei! Porque é um crime obrigarem as pessoas a ler literatura, sei de muita gente que ainda hoje odeia ler por ter sido obrigado a ler certas obras na escola.
Na minha opinião, não é assim que se fomenta a leitura em Portugal. Porque não propor aos alunos que vão procurar uma obra de que gostem e depois estuda-la nas aulas (podiam limitar a busca a certos autores, mas dando liberdade de escolha aos alunos). De outra maneira vão continuar a produzir adultos que odeiam literatura!
Cá fica o velho Camões:

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o Mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Luíz Vaz de Camões

Já lá vão uns séculos, mas este continua bastante actual!

5 comentários:

NoKas disse...

Adoro estas quintas feiras! Já estávamos todos a sentir falta delas!

E que bela opção! Camões era um tipo brilhante, matematicamente falando e tb em termos de literatura! Eu acho, porque a métrica dos lusíadas é mais matemática que outra coisa! aposto q o gajo ia adorar o sudoko. Mas é um tipo que por vezes foi dificil de ler. pior foram os maias, que eu nunca li na totalidade e qdo o confessei ao meu prf ele olhou para mim e disse: eu percebo! e eu era e sou uma papa livros, mas é q n houve pachorra! :p e ainda noutro dia eu e a ju falávamos disso, do facto de não se incentivar à leitura. E temos tantos autores porreiros! ponham os clássicos de lado e mostrem o que existe de actual. pouco a pouco mostrem as raízes, e assim será mais fácil e interessante! acho eu... :p

Pedro disse...

Concordo inteiramente contigo quanto à literatura!

Só tenho de admitir uma coisa... eu devo ser um bocado estupido porque no outro dia estive a olhar para esses famosos sudoko e não consegui resolver nenhum!

NoKas disse...

:p Eu ainda não tentei resolver nenhum. O meu mano ficou chateado outro dia porque demorou mais de 10 minutos a resolver um (demorou 11). E um puto pikinito ao meu lado na fnac agarrou-se aos livros de sudoku e a dizer: "oh mãeeeeee, eu ficava aqui a tarde toda a fazer isto!!!!!!!"

Eu até tenho medo de começar a jogar! Deve ser realmente viciante! Mas eu não quero ser uma malukinha do sudoku!

Ana disse...

O primeiro custa mais, mas depois entra-se no tipo de raciocínio que se tem q fazer e vai sendo mais rápido... mas eu tb ainda não tentei os mais difíceis ;)

Pedro disse...

Ha, quer dizer que há diferentes niveis de dificuldade!
Ainda há esperança, se calhar aquele em que eu peguei era dos dificeis.
A minha mãe é que já é completamente croma daquilo!