terça-feira, julho 26, 2005

A febre dos milhões


Portugal está sob os efeitos de uma terrível epidemia de febre dos milhões. Anda toda a gente a falar do euro-milhões e dos 113 milhões de euros que alguém poderá ganhar na próxima 6a feira. Eu não sou grande fã deste tipo de jogos, mas já fui na onda e preenchi o meu boletinzito. Gastei o minimo, claro, e mesmo assim achei que foram 2 euros muito mal gastos. Ainda assim, claro que já pensei no que faria se ganhasse tal fortuna. Provavelmente mudava-me para um qualquer local paradisíaco, continuava a fazer investigação em ecologia, porque é algo que me dá gozo, mas podia financiar-me a mim próprio (o sonho de qualquer cientista) e dedicava os meus tempos livres a apoiar causas que me digam alguma coisa. Outra ideia era contratar uma força militar especial para, numa missão espectacular, assaltar o parlamento, raptar todos os deputados, ministros e afins e esconde-los todos num sitío longínquo (um asteróide por exemplo). Era uma forma de ajudar o país, mas se calhar o dinheiro não chegava para isso...
Queria lançar agora um repto a quem leia este post. Deixem um comment a dizer "o que farias com 113 milhões de euros?"

13 comentários:

Zorze disse...

Muito bom!!!

O Zorze faria o seguinte...

Contratava uma força militar especial para, numa missão espectacular, assaltar o parlamento, raptar todos os deputados, ministros e afins e esconde-los todos num sitío longínquo (um asteróide por exemplo) - onde é que eu já li isto?

Conclusão: Pedro, queria partilhar contigo a ideia de que as pessoas vão chegar lá. A Democracia, mais cedo ou mais tarde, dará lugar a um outro tipo de estratégia governativa.

Quem disse, afinal, que é lógico eu ser obrigado a votar em 1 de 4 palhaços à disposição no boletim de voto?

Quem disse, afinal, que é lógico esses palhaços estarem 4 anos no poder, sem recorrerem a referendos? Porra, 4 anos é muito tempo sem me pedirem opinião.

Quem disse, afinal, que eu e qualquer um de nós tem algum voto na matéria. Uma merda é que tem.

BOM, compraria um Porsche Carrera bem estimadinho, uma vivenda em Goa, abriria um bar para os meus amigos beberem à pala e enchiria os bolsos dos meus familiares.

Pedro disse...

O sistema que temos, pelas razões que escreves no teu comment, dificilmente se aplica à definição de democracia. Na verdade temos uma oligarquia, ou talvez uma lobbicracia. O povo (curioso que na nossa lingua actual a palavra grega para povo "demos" signifique demónios...) raramente tem voto na matéria logo esta não pode ser uma democracia!

A democracia, assim como o socialismo ou a igualdade entre países ricos e países pobres são ideias utópicas. Talvez um dia cheguemos lá, a uma democracia, a uma sociedade equalitária e a um mundo sem desigualdades.

Pessoalmente não tenho fé suficiente na humanidade para acreditar nisso.

Filipe disse...

Entao vamos lá!
Eu gastava o meu tempo a apoiar a única causa que me diz alguma coisa, ou seja, EU PRÓPRIO e a minha família. Tal como o Zorze iria encher os bolsos dos meus familiares.
Depois, bom, depois faria um palacete para mim num sítio que gostasse. Faria colecçao de carros (verdadeiros e nao modelos). Ia viajar por onde me apetecesse e fartava-me de comprar todas auelas merdinhas que sempre queremos ter mas que o dinheiro nunca permite.
Espero que o dinheiro chegasse para tudo isso...

Paulo disse...

eu queimava o dinheiro todo. aposto que faria uma chama linda...

Zorze disse...

Paulo, esse foi um murro no estômago ; )

Pedro disse...

Gostei do comment do Paulo. Muito bom!

Filipe disse...

Pois Paulo, tá-se mesmo a ver que era isso que farias. Enfim, deve ser efeito de muito trabalho, ou da falta dele..

Ana disse...

Eu sinceramente nem sei muito bem... como não acho que isso vá acontecer, nunca tinha sequer pensado nisso, apesar de já ter jogado... strange... Anyway, acho que iria "conhecer o mundo", mas primeiro ia certamente fazer sorrir quem contribui para o meu sorriso...

Tripeiro de Roterdao disse...

O que sao 113 milhoes de euros?
Alguem faz ideia? Alguem alguma vez teve na frente 113 milhoes de euros?
Eu nao faco puta ideia do que seja esta quantidade de dinheiro, mas ja me cheira a revolucao... E desta vez n seria dos cravos!!!

Zorze disse...

113 milhões devem corresponder a um valor atingido só em 113 milhões de vidas!!!

Ju disse...

Pois é, pois é.
Eu voltava ao passado para jogar em vários jogos sabendo a chave. Assim ainda ficava mais rica. Ganancia...

Pedro disse...

Saudem a rainha do capitalismo! Viva Joana, acho que esse foi o comentário mais ganacioso que ouvi na minha vida!

Tu vais longe...

Ju disse...

Vou tão longe tão longe que vocês é q têm trabalho e eu não... vida de biólogo...
Mas é verdade daqui a 4 meses vou tar longe..hhehehehehe