quarta-feira, dezembro 01, 2010

Chuva de sapos

Não sei se se trata de uma moda nova, ou de um fenómeno exclusivamente Alentejano, mas ultimamente vejo um sapo de porcelana em quase todas as lojas em que entro. Ele são os cafés no centro de Évora, nos supermercados e hipermercados, até nas bombas de gasolina. O mais surpreendente é que não se trata exclusivamente de uma questão de mau gosto, os sapos cumprem uma função profundamente xenófoba.
Ao que parece, a comunidade cigana tem um preconceito contra os sapos. O sapo é considerado pelos ciganos como símbolo de azar e discórdia e é uma superstição levada muito a sério. Para o povo cigano, o sapo simboliza o mal, trazendo o azar e infelicidade às famílias. Assim, os logistas e donos de café, pelo menos aqui no interior Alentejano, colocam sapos nas suas lojas e cafés porque preferem que os ciganos não entrem nas suas lojas.
Para além de uma descomunal demostração de xenofobia, este tema levanta algumas questões. Será que a PT usou a mesma estratégia ao criar a marca "sapo"? Nas feiras não existem carrinhos em forma de sapo? Porque razão o Sarkozy não começou ainda a construir enormes estátuas de sapos nas fronteiras francesas? E, finalmente, será que os adversários das equipas onde joga o Quaresma ainda não perceberam que o podem neutralizar com uma faixa por trás da baliza com um enorme sapo desenhado?
Agora a sério, parece-me assustador que as pessoas sejam assim tão xenófobas... será que este é um fenómeno apenas Alentejano ou está espalhado por todo o país, ou até internacional? Alguém me sabe responder a esta questão?

4 comentários:

NoKas disse...

Então? Isso é uma rã! E até o "sapo" da internet e e tal... também é uma rã! E até o Cocas-o-Sapo.... é uma rã!....

(sight)

Pedro Lourenço disse...

Sim, eu sei, mas aparentemente os ciganos não distinguem as duas "variedades".

Quim disse...

Não é só no Alentejo. Encontrei um sapo/rã na montra de um café no centro de Lisboa. Portanto, sapos há. Mas onde estão os ciganos?

Pedro Lourenço disse...

Ciganos, em Lisboa? Muito pior, em Lisboa à uma assembleia cheia de deputados. Infelizmente, não consta que os sapos funcionem nesses!!!