sábado, outubro 21, 2006

Saudade

Não são longos os Invernos, nem os anos, nem as décadas,
Não são longos os séculos, nem os milénios, nem as eras,
Longos, verdadeiramente longos,
São todos os dias que passo longe de ti...

5 comentários:

eu disse...

Ai a saudade que só o fado português sabe cantar! Muito obrigada pelas tuas visitas...eu voltarei aqui!

Queirosene disse...

Também tenho saudades tuas Pedro. Ah..não era ..para mim...ok..desculpa. Um abraço na mesma

Gemini disse...

És um romântico e um nostálgico rapaz! Sei o que sentes. Coragem!

NoKas disse...

De mim! Oh querido (dito à la novela da TVi), tratamos já do assunto, mês que vem vou a BXL, se o menino quiser dar lá um saltinho tá-se bem... em dez tb vou e em janeiro vou mesmo (bilhete so ida)!

Posso n ser quem queres ou o que queres, mas plo menos em BXL há pasteis de nata e rissois em todo o lado, até no aeroporto se vende bolo de arroz! do nosso! com a etiqueta em tuguês!

Zorze disse...

Bonito... mesmo bonito; apesar de estares sempre atrás das aves, até dizes umas coisas. Abraço alienado!!!