terça-feira, junho 10, 2008

Euro 2008 - 1

Começarei hoje as minha crónicas futebolísticas do Euro 2008. Até agora três grupos entraram em acção e, na minha opinião, três equipas mostraram os dentes. Portugal fez um excelente jogo contra a Turquia, criou oportunidades de golo, jogou bem, jogou bonito, e mostrou uma defesa bastante sólida. A Alemanha, igual a si própria, jogou sólida e intocável. Ontem, finalmente, a Holanda mostrou a melhor exibição do campeonato até agora e cilindrou a Itália com um 3-0 que facilmente poderiam ter sido 4 ou 5. A Holanda mostrou um futebol alegre, de ataque, deu espectáculo e mostrou que nem sempre o cinismo e anti-jogo italianos funcionam contra a alegria de jogar bom futebol.
As grandes desilusões são até agora a França e a Itália, mas sobretudo a França, que no jogo contra a Roménia mostrou uma total falta de imaginação, jogou um futebol preso e previsível, triste e sem sal. Finalmente, a Croácia e a República Checa ganharam os seus jogos, mas ainda não convenceram, terão de mostrar mais e melhor futebol se pretendem chegar longe na competição.
Quanto a jogadores, até agora gostei de ver o João Moutinho e o Pepe por Portugal, o Podowski da Alemanha e o van Bronkhorst, o Snijder e o Kuit pela Holanda.

Hoje entrarão em acção o campeão em título Grécia, a eterna desilusão Espanha, e dois pontos de interrogação, a Suécia e a Rússia. Muito curioso o desenrrolar das partidas do grupo D. A minha oposta está na Espanha e na Suécia, mas a ver vamos.

4 comentários:

Queirosene disse...

Só espero que a Grécia leve uma cabazada de todas as equipas que com jogarem e, de preferência, com 5 golos de diferença. Depois,que o treinador seja despedido, os jogadores apedrejados à chegada à Grécia, tumultos no país e suicídios colectivos.
Mas sem ressentimentos...

Pedro disse...

Não podia estar mais de acordo!!!

Queirosene disse...

e o nosso sonho cumpriu-se

Pedro disse...

Faltaram os suicidios colectivos... infelizmente!