sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Ainda o referendo...


Do lado esquerdo um embrião de um rato, do lado direito um embrião humano. Ambos na terceira semana de desenvolvimento intra-uterino. Segundo os habituais argumentos do Não, o da esquerda tem direito à vida, ou não? Então ele não tem mãozinhas, pezinhos, cabecinha e um coraçãozinho a bater? Já o da direita, dificilmente pode ser classificado à primeira vista como um vertebrado, anda mais próximo de um verme. Contudo, os mesmos adeptos do Não que usam os argumentos das mãozinhas, pezinhos e outros inhos dirão que o da esquerda não tem direito à vida, o da direita sim... Em que ficamos afinal?

9 comentários:

Tuxa disse...

Ficamos em que dirao todos os disparates que achem necessarios para conseguir mais uns votos, ainda que distorcendo a realidade... e o que temos...

Meteoritu disse...

se eu pudesse votar, votaria SIM pois não é só umas mulheres que querem isso do NÃO, mas as mulheres que querem abortar, deviam ter a liberdade de escolha entre abortar ou não. não deveriam ser orbigadas a não abortar...

Filipe disse...

Tou lixado por não poder votar. Alguém me pode explicar porque é que a lei não contempla que nos referendos se possa votar nos consulados??

Lua de Papel disse...

Olá Pedro, hoje iremos ver em que é que ficamos!Espero que fiquemos pela liberdade de escolhermos o que a nossa moral nos determina!
Um abraço da lua!

Pedro disse...

E ganhou a liberdade de tomarmos as nossas próprias decisões. Viva a democracia!

Zorze disse...

Sou do sim, embora não acredite nos vossos radicalismos; o que se vê às dez semanas já dá perfeitamente para distinguir de um qualquer roedor.

Quando é feito às 9/10 semanas já me começa a fazer impressão - muito sinceramente! Aliás, faz-me sempre impressão.

Acredito que a mulher não deve ser penalizada, mas que é um acto horripilante é - mas para isso já basta a dor da mulher que aborta e que é muita!

Também acho que muita malta do sim é egoísta e nem sequer se dá ao trabalho de interiorizar o que é um aborto. Eu quando andava na universidade e era mais, também tinha a puta da mania que estava sempre certo.

Hoje, e felizmente, considero-me um tipo bem mais inteligente e equilibrado; por isso, respondo SIM, mas não deixo de aceitar os argumentos do NÃO. E quem não o faz é porque é tacanho!!!

Abraço, amigo!!!

Gemini disse...

Finalmente, alguém aborda o sensível tema dos abortos das ratinhas! Os biotérios estão num rebuliço!
LOL

Lótus Azul disse...

Só uma cena, Pedro:... que é feito de ti? Está tudo bem?

Pedro disse...

Sim, tudo bem! Obrigado pela preocupação, mas tenho andado com pouco tempo e pouca inspiração para escrever aqui!


beijinho